Jogo simbólico na Psicomotricidade Relacional

21 de setembro de 2017

A Psicomotricidade Relacional enfatiza muito a importância do jogo espontâneo e do prazer de brincar, em especial da atividade simbólica na ação do psicomotricista relacional. José Leopoldo Viera, coordenador do CIAR de Curitiba, ressalta que o método provoca condições favoráveis ao real e imaginário que permitem aflorar, de forma livre, comportamentos que expressam liberdade de expressão, de afirmação de identidade, de relações com o prazer, com as regras, como desejo, com os limites, possibilidade de interação, permissividade e integração das experiências vivenciadas, transformadas em pensamentos, artes, atos e atitudes.

O professor José Leopoldo assegura que “o jogo no setting da Psicomotricidade Relacional privilegia o diálogo tônico, colocar o corpo no centro da ação, baseia-se no princípio do prazer e provoca a manifestação livre do universo imaginário que será conduzido de forma a expressar-se por meio de atos simbólicos, portanto, fora dos princípios da realidade”.  Por isso, que na aplicação do método o jogo e a atividade lúdico-criativa  são essencialmente não-verbais.

A diretora do CIAR de Fortaleza, Isabel Bellaguarda, assinala que “neste contexto, se dá mais atenção à expressão corporal e motora, o agir e o não agir da pessoa, se articulando e se inter-relacionando e privilegiando a corporeidade”. Nas sessões de Psicomotricidade Relacional a prioridade são outras formas de comunicação: gestos, mímicas, posturas corporais, sons diversos, diferentes da linguagem verbal, acentua.  Cabe salientar, que neste jogo a comunicação se manifesta por meio de ações em que os verbos dar, receber, pedir, recusar e tomar se fazem bastante reveladores.

Assim sendo, por meio de atitudes expressas espontaneamente, o corpo do psicomotricista relacional pode passar a ser o receptáculo onde ecoam os desejos mais reprimidos da pessoa. “Ou seja, o profissional empresta seu corpo ao outro e vive como parceiro simbólico de seus conflitos, desejos conteúdos fantasmagóricos,  necessidades  e afetos contidos”, observa.

 

deixe um comentario
PHD Educacional – Psicomotricidade RelacionalCafé com Prosa – CIAR Curitiba

Deixe um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.