Por que investir na Especialização CIAR em Psicomotricidade Relacional?

10 de julho de 2018

Confira os motivos para fazer este importante investimento:

Com a aprovação do projeto de lei que regulamenta a profissão de Psicomotricista, novas regras começarão a valer. De acordo com o projeto (confira mais detalhes sobre a lei aqui), para exercer a atividade será fundamental a certificação das competências por meio de uma especialização.

Além da garantia de exercer a profissão, a especialização do CIAR sustenta-se em 3 eixos interdisciplinares: a formação pessoal, a profissional e a teórica que dão suporte ao curso.

 Selecionamos os principais motivos para investir na especialização, confira:

LEIA ESSE ARTIGO ATÉ O FINAL, TEMOS UM CONVITE PARA VOCÊ

  1. Formação que abrange intervenções no campo da saúde, educação, bem estar social e organizacional.

  2. Certificação que comprova formação exigida no reconhecimento do psicomotricista perante organizações profissionais;

  3. Profissionais formados conforme os pressupostos teóricos e práticos estabelecidos André e Anne Lapierre e desenvolvidos por Leopoldo Vieira;

  4. Amplo mercado de trabalho;

  5. Formação pessoal durante todo o curso que possibilita integrar a metodologia, e organizar as dificuldades pessoais que interferem na intervenção profissional.

  6. Metodologia pode promover o desenvolvimento saudável de adultos, adolescentes e crianças (gerações futuras) nos aspectos sociais, motores, afetivos e cognitivos.

  7. Crescimento profissional qualificado na atual profissão.

  8. O crescimento vivenciado na Formação Pessoal impulsiona o desejo de trabalhar com esse método.

  9. Estágios supervisionados ao longo do curso.

CONVITE ESPECIAL CIAR – PÓS GRADUAÇÃO EM PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL:

A CIAR tem um convite especial para você: Venha conhecer o nosso curso de Pós-Graduação “Lato-Sensu” reconhecido pelo MEC. .

>>CONHEÇA O CURSO: SAIBA MAIS<<

SOBRE A PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL:

A Psicomotricidade Relacional é uma das abordagens da ciência da Psicomotricidade. Possui uma teoria de desenvolvimento própria e uma metodologia que favorece o acesso a motivações inconscientes que influenciam o comportamento humano. Ao privilegiar a comunicação não verbal, bem como a leitura e decodificação do ato vivido por meio do brincar, a Psicomotricidade Relacional possibilita a expressão espontânea de sentimentos, além do conhecimento de si e a regulação das emoções. Sua intervenção resulta em comportamentos proativos, autônomos, criativos e integrados com objetivos pessoais e com os da comunidade  em o sujeito que vive. A atuação profissional por meio desta prática exige uma Formação Especializada que requer tempo, material e espaço adequado para realização das vivências. Batista, 2018.

deixe um comentario
Semana Mundial do Brincar – 2018III Congresso Internacional de Psicomotricidade Relacional – 2018
All comments (2)
  • Juliano
    1 de novembro de 2019 at 9:11 pm

    Gosta de informações a respeito da especialização. Datas e valores

    Reply
  • Débora
    5 de novembro de 2019 at 1:48 pm

    Solicito informações sobre a Pós Graduação em psicomotricidade relacional. Data e investimento.

    Reply

Deixe um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.